Cármen Lúcia, a nona vítima da “festinha” no STF


O presidente Jair Bolsonaro foi severamente criticado pela postura adotada ante a Covid-19.Aliás, qualquer que fosse a sua postura, seria martirizado. Essa é a função da “mídia do ódio”.Por outro lado, o Supremo Tribunal Federal (STF), numa atitude inusitada e absurda, deu poderes a governadores e prefeitos para determinar medidas restritivas durante a pandemia.A decisão do STF ainda estabeleceu que estados e municípios definiriam quais as atividades que seriam suspensas e os serviços que não seriam interrompidos.A extrema-imprensa comemorou na época:



Categorias:ARQUIVO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: