Trump, informado por generais diz que explosão em Beirute foi uma “BOMBA”


Com o crescente consenso de que a explosão maciça foi um acidente horrível devido à negligência de funcionários no armazenamento de nitrato de amônia, as palavras usadas pelo presidente Trump sobre a tragédia, quando indagado sobre o evento, apresentaram sua opinião de que a enorme explosão poderia ter sido algo mais. Ele disse à reporteres no início da noite que, depois de se encontrar com os seus principais comandantes militares: “Eles parecem pensar que foi um ataque. Foi algum tipo de bomba”.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Trump declara que explosão de Beirute “foi um ataque terrível – uma bomba de algum tipo”, conforme foi informada por seus generais

Fonte:  Zero Hedge

  • O primeiro-ministro libanês diz que as explosões em Beirute foram causadas por cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônio que ficaram sem segurança por 6 anos em um armazém
  • Mesmo composto químico no atentado de Oklahoma City
  • pelo menos 73 pessoas mortas, mais de 3.000 feridas; número de mortos aumentando a cada hora
  • dez bombeiros ainda estão desaparecidos
  • extensa área portuária totalmente destruída
  • dano generalizado observado em toda a cidade
  • causa exata da explosão ainda oficialmente desconhecida
  • Ministro do Interior do Líbano vincula explosão a nitrato de amônio armazenado indevidamente em um armazém no porto
  • Ondas de choque e explosão tão grandes que moradores aterrorizados pensaram que estavam sob ataque nuclear
  • Países que enviam ajuda internacional de emergência
  • Grandes partes da cidade mergulharam na escuridão esta noite
  • Hospitais sobrecarregados estão tratando pacientes em estacionamentos
  • O chefe da Cruz Vermelha do Líbano, George Kettani, disse à emissora Mayadeen : “Há vítimas e baixas em todos os lugares – em todas as ruas e áreas próximas e distantes da explosão”.
  • O governador da cidade de Beirute, Marwan Aboud, disse: “Beirute é uma cidade de desastre e a escala dos danos é enorme” e chamou a explosão de  um  desastre nacional semelhante a Hiroshima”.

O Ministério da Saúde do Líbano elevou o número de mortos para mais de 73 mortos, incluindo 3.700 feridos pela violenta explosão ocorrida na zona do porto da capital. Após o final da tarde, uma segunda grande explosão centrada no porto de Beirute provocou um choque sísmico e uma explosão sísmica  que atingiram um distrito inteiro da cidade e foram sentidos até mesmo em Chipre, ilha do Mar Mediterrâneo, situada a cerca de 230 km de distância.

Mais tarde, o primeiro-ministro do Líbano anunciou que as explosões foram causadas por  cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amônia deixadas sem segurança armazenadas no porto por 6 anos em um armazém . Isso aconteceu logo após uma negação formal israelense de que tivesse algo a ver com as explosões no porto de Beirute, o que também parecia ter ecoado pelas autoridades do Hezbollah.

Com o crescente consenso de que a explosão maciça foi um acidente horrível devido à negligência de funcionários no armazenamento do nitrato de amônia, as palavras usadas pelo presidente Trump sobre a tragédia, quando indagado sobre o evento, mais uma vez apresentaram sua opinião de que a enorme explosão poderia ter sido algo mais. Ele disse no início da noite que, depois de se encontrar com os seus principais comandantes militares: 

Isso depois de especulações e teorias da conspiração que foram galopantes ao longo do dia. Afinal, é o Líbano, que testemunhou décadas de bombardeios, guerras e intrigas secretas, também na fronteira com Israel, a Síria devastada pela guerra e um canto das Colinas de Golã, no eterno e sangrento conflito árabe-israelense do Oriente Médio.

E a explosão foi tão esmagadora em sua força, destruindo casas a até 16 quilômetros de distância, que muitos moradores locais pensaram que estavam sob um ataque nuclear , especialmente porque bloqueou brevemente o sol e uma nuvem de cogumelo pairou sobre a cidade.

O presidente Trump disse ainda que “pareceu um ataque terrível”  –  deixando as pessoas novamente questionando se houve informações dos seviços de inteligência que ele recebeu apontando para um ataque ou bombardeio. De acordo com a AFP:

Trump diz que seus especialistas militares dizem que explodiu uma “bomba de algum tipo em  Beirute ” .

Suas observações foram feitas durante um discurso na noite dessa terça-feira a repórteres :

Trump disse que foi informado por “nossos grandes generais” e que eles “parecem sentir” que a explosão não foi um acidente. Segundo eles – eles sabem melhor do que eu -, mas parecem pensar que foi um ataque”, disse Trump a repórteres na Casa Branca. “Foi algum tipo de bomba.”

Isso fez com que as autoridades israelenses fossem veementes em suas negações de que a imensa tragédia poderia ter sido o resultado de um ataque israelense, em meio a recentes e crescentes tensões com o Hezbollah ao longo da fronteira sul do Líbano:

Trump acabou revelando informações classificadas sobre a grande explosão em Beirute?  Ele estava apenas especulando como todo mundo?  Suas palavras são baseadas em informações de inteligência legítimas que contradizem a história oficial de que foi um acidente? Resta observar que ele invocou especificamente “nossos grandes generais” ao citar as informações que ele deu aos repórteres. 

Será interessante ver se o Pentágono faz um acompanhamento após os comentários inesperados do presidente.  Enquanto isso, Beirute foi declarada uma “zona de desastre” pelo conselho de defesa do Líbano, com países em todo o mundo prometendo ajuda de emergência.

O secretário de Estado Mike Pompeo também prometeu ajuda após a “horrível tragédia”. A Embaixada dos EUA no Líbano foi avisada aos cidadãos e residentes americanos na área circundante do potencial de gases e produtos químicos tóxicos no ar.

“Há relatos de gases tóxicos liberados na explosão, então todos na área devem ficar em ambientes fechados e usar máscaras, se disponíveis”, disse a embaixada em seu site.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Veja também:



Categorias:ARQUIVO

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: